Cartas do Diabo à seu Aprendiz

Editora  - Vozes/2000

C.S.Lewis, em sua obra: Cartas do Diabo ao seu Aprendiz, mostra o Mestre, o demônio Screwtape, discipulando o seu aprendiz de diabinho, seu sobrinho Wormwood, O livro é uma coleção de 31 cartas escritas por Screwtape que trabalha em um posto administrativo no Inferno, promovido após trabalhar como tentador na Inglaterra e ter conseguido destaque.

A Wormwood é confiado o trabalho de desviar um jovem descrente de qualquer contato real com  Deus.  Lewis dá uma conotação cômica ao livro ao mostrar o mestre demoníaco se divertindo quando o seu sobrinho faz alguma idiotice e recebe punição por isso, porém, todo o livro se concentra em desvendar o que acontece no mundo espiritual durante o processo de tentação dos humanos.

 

Curiosidade sobre o livro:

Apesar de escrito em 1941 o discurso do Screwtape no fim do livro foi escrito somente em 1961.

Curiosidades sobre C.S.Lewis:

“Um pensamento é verdadeiro quando corresponde à realidade” – frase de Aristóteles, filósofo  grego que determinantemente influenciou C. S. Lewis.

Nascido em Belfast, Irlanda, C. S. Lewis (1897-1963) é considerado um dos maiores pensadores e escritores cristãos do século XX

Jutamente com J. R. R. Tolkien (autor da obra “O Senhor dos Anéis”), pertencia aos Inklings, grupo de catedráticos que discutia literatura, filosofia e, principalmente, mitologia. Apesar do próprio  Tolkien creditar a Lewis o estímulo que lhe possibilitou concluir a obra “O Senhor dos Anéis”,

 por sua vez, desvalorizou a obra de Lewis “As crônicas de Nárnia”, livro em que se baseou o filme.

O escritor irlandês Lewis teve o seu "batismo de imaginação" pela obra de George MacDonald acerca da importância da fantasia. As obras. “O peregrino”, de John Bunyan, e “O paraíso perdido”, de John Milton exerceram também grande influência sobre Lewis. Por outro lado, recebeu inspiração de Martinho Lutero para “desmascarar” o diabo com a literatura irônica e sarcástica de “Cartas do diabo ao seu aprendiz”.

 

Sesinando Fontes

 

"Sua vastíssima obra, mais conhecida no meio cristão pelos seus livros teológicos, também ficou famosa por outro gênero, o do romance ou ficção. O sucesso imediato de Cartas de um Diabo a seu Aprendiz foi reconhecido pela celebrada revista Time. Lewis também ficou famoso por sua ficção científica (da sua trilogia espacial, Longe do Planeta Silencioso e Perelandra já estão traduzidos para o português) e pelas histórias tão preciosas para o público infantil (e também para os adultos) narradas nas Crônicas de Nárnia."

Gabriele Greggersen

Fez mestrado e doutorado (tese: “A Antropologia Filosófica de ‘O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa’ e a Pedagogia de C. S. Lewis”)

 

 

Imprimir Email

  • /index.php/salas/literatura/31-sugestao-de-leitura/180-as-brumas-de-avalon
  • /index.php/salas/literatura/31-sugestao-de-leitura/168-a-filha-da-noite